Samsung Galaxy Tab

Os comerciais que a Samsung preparou para o concorrente do iPad 2

Grand Theft Auto IV

Mod dá gráficos ultrarrealistas ao game

Xoom, iPad 2 e Galaxy Tab

Se você ainda não tem vai querer um

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Megaware traz nova geração de processadores da Intel

A fabricante nacional de hardware, Magaware, lança durante a Eletrolar Show 2011 o notebook Meganote Volcano, já com a nova geração de processadores Intel Core.

O notebook tem o acabamento em aço escovado, o que deixa o eletrônico com um bom design. Já as configurações incluem tela de 14 polegadas, três portas USB, Bluetooh 3.0, leitor de cartões 9 em 1, webcam de 1,3 megapixel, disco rígido de 500 GB e até 8 GB de memória.

A fabricante vai oferecer o Volcano com opções de processador Core i3, i5, e i7, que incluem recursos de processamento de vídeo integrados. O preço sugerido para uma máquina com Core i5 é de R$ 1 699,00.

Electronic Arts anuncia Burnout CRASH!, exclusivo para download

A Electronic Arts acaba de anunciar, durante o evento Summer Showcase, o lançamento de Burnout CRASH!, título que será lançado exclusivamente por meios digitais. Baseado no minigame de mesmo nome disponível na franquia de corrida, o jogo será disponibilizado no outono americano deste ano, entre os meses de setembro e novembro, nas redes PlayStation Network e Xbox LIVE.

Caracterizado pela Criterion Games, sua desenvolvedora, como uma mistura entre “pinball e game show”, o jogo tem como objetivo criar a batida mais destruidora. Para isso, o usuário deve utilizar um veículo para criar colisões com outros, destruindo objetos do cenário e utilizando barris explosivos. Toda a ação é vista por uma perspectiva top-down, que coloca a câmera em cima da ação.

Brunout CRASH! Contará com três modos diferentes de jogo, seis fases e diversos veículos para serem liberados. O game também utilizará o sistema Autolog, espécie de rede social interna dos games da Electronic Arts. Por meio do sistema, será possível convidar amigos para partidas online ou listar suas pontuações em um ranking mundial dos pilotos mais destruidores.

A revelação de Burnout CRASH!, na verdade, confirma uma informação antiga. Em maio, a ESRB, órgão responsável pela classificação indicativa nos EUA, já havia avaliado um game com o mesmo título.

Rumores apontam que dois iPhones serão anunciados em setembro

Rumores de que dois iPhone serão anunciados em setembro continuam pipocando. Agora, o 9t05Mac  ouviu de uma fonte que a Apple terá “dois iPhones completamente diferentes”, informação que segue os antigos rumores de que a empresa lançaria um modelo topo de linha com design diferente e um novo modelo de baixo custo.

O 9to5Mac especula que da mesma forma que a Apple vende o iPhone 3GS e o iPhone 4 ao mesmo tempo, eles podem simplesmente diminuir o preço do 4 e deixá-lo mais em conta e lançar o iPhone 5 como a nova opção high-end. Isso deixaria um monte de donos de iPhone 4 revoltados, mas o maior desafio seria ver que tipo de corte seria o necessário para deixar o iPhone 4 mais barato do que os concorrentes atuais do mercado médio. Enquanto isso, o Wall Street Journal já especula sobre o iPhone 6 — sério mesmo. [9to5Mac]

NV55C tem Core i5 e tela de 15,6 polegadas

O primeiro notebook da marca americana Gateway a desembarcar no Brasil chama atenção logo de cara pelo grafismo em alto-relevo no corpo revestido de material plástico com um tom de vermelho próximo ao vinho. O teclado do NV55C está adaptado ao idioma português e aproveita quase toda a largura disponível do laptop com tela de LCD de 15,6 polegadas. No lado direito estão agrupadas as teclas numéricas e uma exclusiva para abrir um software agregador de redes sociais, com Facebook, YouTube e Flickr. A configuração do NV55C é bem decente para a realização da maioria das atividades. No INFOlab, cravou 5.345 pontos no teste de benchmark PCMark Vantage e 4.689 no Geekbench, uma boa marca. O modelo custa 2.299 reais.


A linha Gateway, que é fabricada pela Acer, tem uma proposta que foca o baixo preço final do produto. Por esse aspecto, o NV55C deixa de lado extras que podem fazer a diferença para muitos usuários, como uma placa de vídeo dedicada, áudio de melhor qualidade e leitor de Blu-ray.


Para não deixar de entregar um bom resultado, o notebook é equipado com um processador Core i5 480M com 2,66 GHz, 4 GB de memória RAM DDR3 de 1333 MHz e um HD de 640 GB. Os 1.366 por 768 pixels da tela podem não impressionar, mas para ver filmes pelo drive DVD-RW eles dão conta do recado. O modelo conta com saídas HDMI e D-Sub (VGA), para exibir o conteúdo em uma TV, monitor ou projetor. Felizmente, a versão de Windows 7 que o NV55C traz é a Home Premium (64 bits). Em alguns casos, o sistema que acompanha as máquinas dessa categoria e faixa de preço é o Home Basic. Para se conectar a outros dispositivos e periféricos o notebook conta com 3 portas USB 2.0, além de Wi-Fi no padrão n, Gigabit Ethernet, leitor de cartões SD e MMC.

Características técnicas:

Tela de 15,6 polegadas >> Processador Core i5 480M 2,66 GHz >> 4 GB >> HD de 640 >> DVD-RW >> Windows 7 Home Premium >> 1h 11min de bateria >> 2,3 Kg

Fonte: INFO

quinta-feira, 7 de julho de 2011

iTunes Festival

Durante todo o mês de julho acontece em Londres, na Inglaterra, o iTunes Festival 2011,  evento gratuito com apresentações na lendária casa de shows Roundhouse. E quem não estiver no Reino Unido nessa época poderá acompanhar os espetáculos ao vivo, em HD, na tela do iPhone, iPad ou iPod Touch (ou em computadores com o iTunes).

Na lista de atrações que serão transmitidas via streaming estão Coldplay, Adele, Foo Fighters, Linkin Park e Paul Simon. Para curtir os shows em seu dispositivo móvel, basta baixar o aplicativo gratuito na App Store, lançado no dia 20/6.

O software gratuito não está disponível na App Store brasileira, mas é possível criar contas em lojas de outras regiões do planeta. Para saber como, clique aqui. Quem quiser, pode adquirir os shows (para revê-los quando quiser) que estarão disponíves para comprana iTunes Store.

Os 5 melhores games de 2011

5. Star Wars for Kinect (Xbox 360)

4. Assassins Creed: Brotherhood (PS3, Xbox 360 e PC)

3. Crysis 2 (PS3, Xbox 360 e PC)

2. Gran Turismo 5 (PS3)

 

1. Mortal Kombat 9 (PS3 e Xbox 360)

Conheça as novidades do Skype 5

O Skype é um aplicativo que atende muito bem a sua função principal: possibilitar que duas pessoas falem entre si, com voz, por meio do computador. Ele emprega a tecnologia VoIP (Voice over IP, ou Voz sobre IP), que faz com que a fala de uma pessoa seja convertida em dados, trafegue pela rede mundial de computadores e chegue até o interlocutor, novamente na forma de voz.Para utilizar todos os recursos, clique em download Skype e pronto, você já pode se conectar com o mundo.

O Skype não se resume a chamadas de voz grátis. Embora esse seja o foco do aplicativo, ele também pode ser usado para enviar mensagens de texto convencionais (como no Live Messenger). As funcionalidades são as mesmas, entretanto o Skype possui emoticons ainda mais agradáveis de usar que aqueles que o concorrente da Microsoft oferece. As conversas por texto não se limitarão a duas pessoas, pois o programa permite que até 100 participantes estejam em uma mesma sala de chat ao mesmo tempo.

A solução de VoIP começa a ficar atrativa até mesmo para empresas que anteriormente dependiam de contratos com operadoras de telefonia para reduzir custos. É aí que reside mais uma vantagem do Skype, visto que ele pode ser usado mesmo em redes corporativas com firewalls instalados. E o conteúdo da conversa fica completamente seguro, sem poder ser rastreado por terceiros porque utiliza um robusto sistema de criptografia. Os dados trafegam por uma rede P2P própria do Skype, que é usada apenas para esse fim.

Skype 5

Já saiu a nova versão do Skype. Os usuários podem conferir algumas novidades, principalmente para quem gosta de conversar com vários usuários ao mesmo tempo. A aparência do comunicador também mudou, ficando mais rebuscada do que a das versões anteriores.

Agora, é possível conversar com até 10 contatos ao mesmo tempo por texto, voz e vídeo. Isso mesmo! O novo Skype 5 traz a ferramenta de video conferência, que permite que os usuário se comuniquem por meio de vídeo com um grupo de até 10 pessoas. Quem já gostava de se comunicar com vários amigos simultaneamente, agora poderá fazer isso como se estivesse ao vivo.

Integração com o Facebook

A maior novidade do Skype 5 é sua integração com a rede social Facebook. Após o login da sua conta através do “Facebook Connect”, você será capaz de ver o News Feed do Facebook na interface do Skype, além de atualizações de status que podem ser sincronizadas com sua mensagem de humor e comentários do Skype e atualizações de amigos e mensagens na parede do Facebook.

Em termos de real integração de um mensageiro instantâneo, você pode agora mandar SMS aos telefones dos seus amigos do Facebook a partir do Skype 5. Você também pode fazer uma fazer chamadas gratuitas de Skype para Skype se seu amigo do Facebook estiver nos seus contatos do Skype.

Conversa em vídeo

O mesmo aplicativo de detecção de hardware vai buscar por câmeras de vídeo e webcams instaladas no PC. Não, você não leu errado: oSkype vídeo também possibilita a transmissão de imagens ao vivo. Conversar com aquele parente que mora em outro país por meio do Skype já ótimo apenas com o serviço de voz, mas com vídeo fica melhor ainda.

A qualidade de áudio e vídeo que o aplicativo vai enviar e receber dependerá da velocidade de conexão com a internet. Mas, de modo geral, o Skype vídeo funciona muito bem, tanto com áudio quanto com áudio e vídeo, em conexões de banda larga a partir de 600 kbps. Quanto maior a taxa de downstream e upstream da internet, melhor será o serviço do Skype.

Considerando um usuário com conexão de 1 Mega, a transmissão de vídeo será em alta qualidade. Além disso, o Skype vídeo permite o modo de tela cheia, no qual o vídeo da pessoa com quem você está falando aparecerá ocupando por completo o monitor, dando a impressão de que você está falando cara-a-cara com esse contato. O vídeo vai poder ter até 30 quadros por segundo (fps), a mesma qualidade utilizada em câmeras de emissoras de televisão. Essa funcionalidade, no entanto, vai depender das características da webcam.

Ligações para telefones fixos e celulares

O usuário do Skype tem a sua disposição o serviço pago de chamadas para telefones convencionais. Com ele será possível ligar para telefones de qualquer lugar do mundo, desde que haja créditos suficientes. A vantagem disso é que normalmente o custo por minuto da ligação no Skype é muito inferior àquele praticado por operadoras de telefonia. Parte dessa redução de custos se deve ao fato da conversa trafegar em parte através da internet e em parte através da rede de voz normal que atende o telefone fixo ou celular para o qual está ligando.

Os créditos para esse tipo de chamada são ofertados no próprio site do Skype. Existem várias modalidades: desde o pré-pago, no qual o usuário paga antes de usar, até a assinatura mensal, na qual um valor é cobrado mensalmente pelo uso.

No plano pago do Skype você vai poder até mesmo enviar mensagens de texto SMS para seus contatos, sem deixar a interface do programa. Fica muito mais confortável de digitar o texto no teclado do computador, em vez de um tecladinho diminuto de celular.

Outras novidades

  • Recuperação automática de chamadas: Restabeleça imediatamente as chamadas que são interrompidas devido a problemas de conexão na internet
  • Skype Access: acesse os hotspots WiFi da maneira mais fácil com o seu Crédito Skype.
  • Transferência de chamadas: transfira as chamadas para um contato Skype, um celular ou uma linha fixa.
  • Guia de qualidade de chamada atualizado, com verificação do som antes da chamada.

Gostou? Então faça o download do melhor comunicador para o seu computador.

Rumor: “iPad HD” poderá ser lançado junto do iPhone 5, até setembro-outubro

Nem iPad 3, nem iPad 2 Plus: Joshua Topolsky, do This is my next…, aposta que até setembro-outubro (outono do Hemisfério Norte) a Apple irá ampliar a sua linha de tablets com um “iPad HD”.

Destinado inicial e principalmente a “profissionais criativos”, o novo iPad terá uma tela Retina com o quádruplo da resolução atual (1536×2048 pixels — dobra-se em ambas as direções) e poderá chegar junto de versões otimizadas de apps como o Final Cut Pro X (edição de vídeos) e o Aperture (gerenciamento de fotos).

Na minha opinião, expansões das linhas iPhone (com o possível novo modelo nano) e iPad são tão naturais quanto como ocorreu com iPods e como ocorre há anos com Macs. É só uma questão de tempo.

Muitos rumores apontam para a chegada desse novo iPad até o final do ano; resta saber se — considerando a coisa como quente — o seu lançamento ocorreria no mesmo evento do também bastante esperado iPhone 4S/5. iPods novos ainda são aguardados para essa mesma época — então se preparem, porque os próximos meses deverão ser movimentados no mundo da Maçã.

Fonte: MacMagazine

Twitter busca uma nova rodada de capitalização, diz jornal

O Twitter planeja levantar mais algumas centenas de milhões de dólares em uma nova rodada de capitalização, segundo informações desta quarta-feira do Wall Street Journal. A publicação aponta que o site foi avaliado em 7 bilhões de dólares, o que estaria de acordo com as previsões de analistas do mercado. "Não comentamos sobre finanças ou especulações de mercado", disse, no entanto, um porta-voz do microblog.

Em dezembro de 2010, o Twitter obteve 200 milhões de dólares em uma capitalização liderada pela gestora de fundos de venture capital Kleiner Perkins, avaliando a companhia em 3,7 bilhões de dólares. Já em fevereiro deste ano, a gestora de fundos venture capital Andreessen Horowitz fez aporte de 80 milhões de dólares no Twitter por meio de compras no mercado secundário, ampliando o valor a empresa para 4 bilhões de dólares.

Na última semana, Biz Stone, cofundador do Twitter, decidiu abandonar a empresa para cuidar de um novo projeto, deixando o controle do microblog mais popular do planeta nas mãos do colega Jack Dorsey – que ajudou a criar o serviço.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

iPhone 5 será mais fino, leve e complicado

ws_iPhone_4_Wallpaper_2560x1920

A publicação The Wall Street Journal informou em sua edição desta segunda-feira (05) que a Apple já encomendou junto aos seus fornecedores a fabricação de componentes para o iPhone 5. Segundo os primeiros rumores, o novo modelo será mais fino, mais leve e, por conta disso, terá um processo de fabricação mais complexo.

A fabricação do iPhone 5 é de difícil montagem, o que levaria a Foxconn, empresa montadora do aparelho e que já opera no limite do seu rendimento, a adotar um processo um pouco mais lento para a concepção do produto. De acordo com os fornecedores, a Apple teria pedido a eles para se prepararem para uma meta de 25 milhões de aparelhos até o final de 2011.

Outros rumores veiculados pela publicação se referem às especificações técnicas do produto. O novo iPhone, além de ser mais leve e fino, contaria com uma câmera de 8 megapixels e novos chips internos.

Os fornecedores de componentes foram instruídos a entregar as peças à Foxconn até o mês de agosto. Assim, o primeiro lote de modelos poderia estar pronto já no mês de setembro, período em que a empresa da Maçã habitualmente anuncia novos produtos.

por Wikerson Landim

Microsoft exige que Samsung pague US$15 de royalties por cada smartphone com Android vendido

Se parecia coisa de louco no passado, parece que o acordo que a HTC fez com a Microsoft, se comprometendo apagar US$5 para cada smartphone com Android  vendido pela empresa, os taiwaneses podem comemorar: a Microsoft quer que a Samsung pague nada menos do que o triplo. Os royalties são baseados em patentes que a Microsoft detém, e que a Samsung utiliza em seus aparelhos com Android.

Segundo a Reuters, a Samsung pretende fazer uma contraproposta menor, algo como US$10 por aparelho, além de prometer uma “aliança mais profunda” com a plataforma Windows Phone 7. E pensar que hoje a Microsoft já ganha 5 vezes mais com o Android do que com o WP7, mesmo sem ter uma fagulha de envolvimento com o sistema do Google. E como os coreanos venderam venderam 3 milhões de unidades em 55 dias  de seu novo smartphone, o Galaxy S II, Ballmer e companhia têm motivos de sobra para sorrir. [Reuters]

Mais de 20% dos usuários preferem Chrome

O navegador Chrome, do Google, ultrapassou 20% de participação no mercado mundial de browsers, enquanto o Internet Explorer, da Microsoft, que há muito lidera o segmento, caiu para menos de 50%, de acordo com o grupo de pesquisa de Internet StatCounter.

O número sete vezes maior de usuários do Chrome nos dois últimos anos é um estímulo para o Google, que vem tentando converter seu domínio no segmento de buscas online em uma forte posição nos sistemas operacionais e no mercado móvel, o que coloca a companhia em concorrência direta com a Microsoft.

O Google Chrome, lançado em dezembro de 2008, detinha 20,7% do mercado mundial no mês passado, de acordo com a StatCounter, ante 2,8% em junho de 2009.

No mesmo período, as diversas versões do Internet Explorer caíram a 44%, contra 59% dois anos atrás, enquanto o Mozilla Firefox registrou ligeira queda, de 30% para 28% do mercado.

Os avanços do Google surgem em meio à campanha da empresa para promover a computação em nuvem, para a qual os navegadores exercem função essencial.

Em maio, o Google lançou o aguardado Chromebook, notebook que funciona quase completamente com software acessível via internet, e não instalado na máquina. O movimento representa desafio direto à Microsoft e à Apple, líderes no mercado de software.

A Microsoft, que chegou a deter 95% do mercado de navegadores no início dos anos 2000, depois de esmagar a pioneira Netscape, sofreu forte recuo após disputas com autoridades antitruste nos Estados Unidos e na Europa, que acusaram a empresa de abusar de seu monopólio nos sistemas operacionais para dominar o segmento de navegadores.

A resolução de tais disputas, na prática, proibiu a maior produtora mundial de software de fazer do Internet Explorer o navegador padrão para seu sistema operacional dominante, o Windows. A Microsoft, que está desenvolvendo a versão IE10 do seu navegador, fechou acordo com autoridades regulatórias da União Europeia em dezembro de 2009, prometendo oferecer aos usuários melhor acesso a navegadores concorrentes.

/ Bill Rigby (REUTERS)

Produção do PlayStation 4 deve começar ainda em 2011

A Sony deve iniciar a produção do PlayStation 4 até o fim de 2011 para lançar o novo console em 2012, de acordo com fabricantes de peças de Taiwan consultadas pelo site DigiTimes.
O novo console deve ser controlado no estilo do Kinect, do Xbox 360, ou seja, com os próprios movimentos do corpo. Recentemente, a Sony confirmou que trabalha em um sucessor para o PlayStation 3, principalmente após ataques que derrubaram a rede PSN no mundo inteiro.


A Foxconn e a Pegatron Technology, que produzem partes do PS3, continuarão sendo responsáveis pelo PS4. A Sony planeja distribuir um total de 20 milhões de novos consoles durante o ano de 2012.

MLB Dugout Heroes

MLB Dugout Heroes é um respeitável jogo de baseball com partidas online contra outros jogadores. Com ele, você pode criar o seu time e atuar ativamente nas disputas, seja como rebatedor, lançador ou em qualquer outra posição, incluindo o técnico.

Gerenciando e competindo

Com o MLB Dugout Heroes você precisa ser um bom técnico para manejar os jogadores do seu time, definir a ordem de entrada (“line-up”) antes de cada partida e gerenciar as habilidade e powerups de cada um dos jogadores.

O jogo conta com alguns elementos que lembram um RPG, como a passagem de nível para as categorias mais avançadas e pontos de atributos para os jogadores. É possível comprar equipamentos melhores e alguns cartões de habilidades temporárias ,ou “Perks”.

Muitos dos atletas disponíveis para a contratação são personalidades importantes da liga mais importante do baseball estadunidense, a MLB. Nomes como Dustin Pedroia podem ser encontrados no ranking e até fazer parte de seu time.

Depois que tudo estiver ajustado da maneira que desejar, você pode procurar por uma partida criada por outro jogador na internet ou criar a sua própria e esperar pela entrada de alguém. As salas estão divididas por nível, onde disputas são formadas entre jogadores com a mesma experiência.

Entrando em campo

Durante as partidas, o jogador pode atuar em qualquer uma das posições que compõem o baseball. Como rebatedor você vai precisar testar seus reflexos para antever o trajeto da bola lançada e acertar o taco na melhor posição possível, o que não é tarefa fácil.

Assim como o jogo de verdade, a direção que a bola seguirá vai depender da posição que ela atingir no taco. Quanto mais na ponta você acertar, mais fácil vai ser para determinar a sua trajetória, além de ser mais forte.

Como lançador você pode escolher um local na área dentro da base de lançamento para acertar a bola, de forma a confundir o adversário. Uma espécie de “minigame” vai aparecer sempre que você entrar no modo lançador. Quanto mais próximo da “barra de precisão” você clicar, mais forte vai ser o lançamento.

Depois de uma rebatida, o jogador vai assumir o controle dos “catchers”. Agora, você precisa criar as estratégias para devolver a bola para o jogador de base melhor posicionado. O objetivo é fazer a bola chegar à melhor base antes do corredor (“base runner”).

Faça o Download!

Fonte: Baixaki

terça-feira, 5 de julho de 2011

Esperar pelo iPhone 5 ou comprar o Galaxy S 2?

Esta pergunta é uma boa pra quem pensa em comprar o smartphone de alto escalão. Sem dúvidas o Galaxy S 2 é hoje o melhor aparelho do mercado. Afinal a Samsung não economizou no design, software e no hardware. Mas a questão é a seguinte: O lançamento o iPhone 5 está próximo – a Apple já encomendou a produção de 15 milhões de unidades – por que não esperar pelo produto da maça?

Será que o Galaxy é tão bom assim que o iPhone não conseguirá superá-lo? Sou meio duvidoso para dizer porque sou ‘apaixonado’ pela Samsung e seus produtos. Acho que a empresa sul-coreana está a caminhos largos para não só dominar em quantidade, mas também em qualidade. O iPhone 5 promete ‘explodir’ os concorrentes. Eu acho que não é bem assim. Que os produtos da Apple são de excelente qualidade e que as vendas vão disparar; isso é inquestionável. Mas o caso é que a Samsung colocou um smartphone muito bom no mercado.

Digamos que só agora o iPhone tem um concorrente realmente a sua altura. Sempre achei o iPhone o melhor smartphone do mercado, mas agora minha mera opinião mudou. A Samsung entrou para ser líder em qualidade e posteriormente em vendas. O Galaxy S 2 apresenta velocidade e vários recursos de alta qualidade que nenhum outro smartphone sonhou em ter, somente o iPhone.

A briga entre Apple e Samsung já se estende por alguns anos e ambas querem crescer revolucionando sempre o mercado. A qualidade de ambos os eletrônicos é inegável, mas que o Galaxy vem para ‘guerrear’ de igual com o iPhone; isso vem!

Alguns fatores podem atrapalhar a Samsung. O preço do Galaxy S 2 é bem salgado: R$ 1999,00 com subsídios de operadoras. É bem caro! Já o iPhone sempre é lançado em torno de R$ 1 600,00. Caro, mas mais barato. E outra: iPhone é iPhone. A Apple tem algo que a Samsung ainda está tentando conseguir: credibilidade e fidelidade com os consumidores. Apple é sinônimo de qualidade. A Samsung é sinônimo de popularidade.

Vendo e revendo lançamentos chego a conclusão que o iPhone 5 pode não vender o esperado devido ao seu ‘querido’ concorrente da Samsung. Abaixo segue um review elaborado pela INFO sobre o Galaxy S 2.

Confira um mockup incrível de um futuro iPhone, mais fino e com traseira de alumínio

Como vai ser o próximo iPhone? Terá ele o mesmo design do 4? Uma tela maior? Mais fino? Vidro curvo? Serão dois iPhones? Não há como saber ainda, mas isso não impede designers profissionais e amadores de imaginarem como a Apple vai nos convencer de que PRECISAMOS desse novo gadget. O trabalho abaixo, Michal Bonikowsky, mostra um aparelho mais fino, com traseira de alumínio, botão Home capacitivo e ares de iPad 2.

Belíssimo, mas esse design cairia como uma luva não para ser um “iPhone 5/4S”, novo modelo topo de linha, mas sim para ser o mítico “iPhone nano”, mais barato e voltado para o mercado pré-pago. Pense comigo: tela com 320×480 pixels, câmera de 3 megapixels, design mais fino, processador A4, 4GB de memória e bateria ocupando 60% do espaço interno; será que não daria pra vender uma máquina dessas por US$350? Se algo assim fosse fabricado e vendido no Brasil por uns R$800, sem contrato, eu compraria demais. E você? ;-)

Ah, mas tem uma coisa: esse botão de volume à la iPhone 3G(S) teria que sair.

Fonte: MacMagazine

Windows 8: pré-beta sai na próxima semana

A conferência de parceiros da Microsoft nem começou, mas rumores afirmam que ela deve trazer novidades para quem está louco para conferir o Windows 8. A empresa deve disponibilizar uma versão pré-Beta do sistema operacional na próxima semana.

O que se sabe é que Steve Ballmer comparecerá à Worldwide Partner Conference (WPC) de 2011, que acontece em Los Angeles nos dias 10 a 14 de julho. Entre os assuntos abordados, o “chefão” da Microsoft vai falar sobre o Windows 8, motivo dos rumores em relação à versão para testes.

Além do sistema operacional, Ballmer ainda deve apresentar o calendário de fabricação e vendas (Roadmap) de produtos, o que vai deixar o usuário e os parceiros mais ligados no que vai acontecer com os equipamentos e softwares da empresa.

Ele deve detalhar ainda as estratégias para o próximo ano, em termos financeiros. Além da apresentação de julho, a Microsoft também pode trazer mais informações sobre o sistema operacional em setembro, na conferência de desenvolvedores (Build).

Nem Blogger, nem Picasa

Os nomes mudarão! É isso que o Google anunciou segundo informações da Mashable.

O movimento faz parte de um processo de unificação da marca que acontecerá nos próximos meses e tem como objetivo principal incluir e expandir o Google+. Assim, podemos concluir que o Google+ é a nova menina dos olhos dos funcionários do Google.

A mudança de Picasa para Google Photos é ok, pelo menos para mim. Já o Blogger mudar para Google Blogs? É muito genérico. E o Blogger é um dos marcos da internet! Faltou compaixão da parte do Google.

Microsoft Security Essentials

O Microsoft Security Essentials é uma ferramenta de proteção para seu computador na forma de antivírus, visando a auxiliá-lo na tarefa de manter seu computador livre de ameaças virtuais. Na atual situação da internet, infelizmente navegar sem um aplicativo desta natureza sempre atualizado coloca seu computador em risco de contaminação por programas maliciosos.

Com ele, você vai ter proteção (inclusive em tempo real) para o seu computador, contando com as seguintes ferramentas: antivírus, anti-spyware, proteção contra worms, rootkits, trojans, backdoors, proteção para navegação na internet, varredura de emails, filtro anti-phishing, entre outras ameaças.

Após instalado e enquanto estiver ativo, o programa permanece como um ícone na Bandeja do sistema (systray) e sua interface pode ser aberta por meio de um clique do mouse. O aplicativo opera a partir de uma única janela, contando com uma interface amigável e dividida em funções para facilitar a visualização.

Faça o download do software

AVG Free

O AVG Anti-Virus Free, campeão de downloads no Baixaki, está mais inteligente, rápido e leve no seu computador. Ele é o primeiro antivírus gratuito com a tecnologia Zero-Day Threat, ou seja, um antivírus dedicado a identificar ameaças por comportamento. Assim, não é necessário esperar para que um malware entre em ação para identificá-lo.

A qualidade do antivírus está melhor, comparada até mesmo com os produtos pagos da mesma desenvolvedora (caso do Internet Security) e também com softwares pagos concorrentes. Como os desenvolvedores afirmam, esta é a versão para recolocar o AVG no topo dos softwares antivírus. A detecção do modo Zero-Day era algo importante que faltava. Agora, com essa melhoria, o AVG tem tudo para cobrir essa carência.

Além dessa nova funcionalidade, o AVG está mais rápido. A varredura da versão 2011 está três vezes mais rápida do que a das versões anteriores. E ela também está mais inteligente: tem prioridade alta enquanto você não está no computador e prioridade reduzida para não comprometer a execução de outras tarefas.

Faça o Download!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Google + tem potencial para competir com o Facebook?

Ouvi o podcast do site da revista INFO e não poderia de deixar de comentar sobre minha opinião em relação a essa nova rede social promovida pelo Google.

Não há como negar que o estou que aconteceu por causa da nova rede social, chamada Google Plus, ou Google +, só ocorreu pelo fato da grandiosidade e da curiosidade que a rede tem. Não é que o Plus seja sensacional, mas a possibilidade de poder sair um pouco da rotina ‘Facebook’ já estava na hora de ocorrer. Pense bem você que é rígido quanto a escolha de redes sociais. Provavelmente você tem uma conta no Facebook, pois ele interage muito bem com qualquer site deste planeta e também engloba tudo o que você precisa, desde compartilhamento de links até vídeos e páginas. Ou seja, o Facebook é uma espécie de Twitter + Orkut + Flickr. Simplesmente fantástico e não há como discordar.

Mas e o Plus, onde entra nessa? O que há de novo? De novo nada! Mas o que o Google fez foi interagir com o internauta de uma forma diferente. A maneira de reunir amigos por meio de ‘círculos’ é atrativo. A facilidade de poder fazer vídeo conferência em grupo (Hangouts) é uma opção muito dinâmica. Poder selecionar a imagem e compartilhar do tamanho que você quiser também é algo simples, mas monstruoso. O Facebook tem tudo isso e muito mais. O que não tem até agora é a maneira atrativa que o Google usou em sua nova rede social.

Quem nunca ouviu: ‘Esse Facebook é muito difícil de usar.’ Então… é aí que o Plus entra. Facilidade em navegar. Muitos brasileiros ainda usam o Orkut porque acham o Facebook muito difícil de navegar e compartilhar o que querem. O Plus é simples e tem a forma que o internauta simples e apaixonado por rede social quer.

A briga vai ser grande, não há dúvida. Mas na minha opinião, o Plus não vai vingar! Provavelmente daqui a alguns dias o Facebook deve anunciar parceria com o Skype, ou seja, adeus Hangouts do Plus. A interatividade com músicas que Mark promete para a rede azul deve exterminar o MySpace. Por baixo dos panos Google e Facebook brigam por aquele microblog, o Twitter. Ambos estão dispostos a pagar muito mais do que realmente o Twitter vale. Mas não é questão apenas de aquisição.

Quem levar o Twitter leva o mercado de rede social. Aquele que conseguir integrar o microblog do passarinho em algum projeto pode desbancar os concorrentes. tenho a intuição que nenhum dos dois levam; só para constar acho que a Microsoft bate o martelo.

O Plus está começando e com bastante sucesso, mas será que vai progredir? O mercado é grande e os concorrentes enormes. Os próximos capítulos nos responderão.

Xoom, iPad 2 e Galaxy Tab

Motorola Xoom

iPad 2

Samsung Galaxy Tab

Mod dá gráficos ultrarrealistas a Grand Theft Auto IV

Uma modificação realmente impressionante, criada por um usuário que se autointitula Icelaglace, deixa os gráficos de Grand Theft Auto IV com alto nível de fidelidade. Usando texturas emprestadas de outros títulos, o mod ICEnhancer transforma completamente a Liberty City do game, deixando-a com alto nível gráfico e belos efeitos de luminosidade.

O mod também adiciona modelos reais de carros ao game bem como altera o asfalto de diversas ruas, de forma a deixá-las mais realistas. Locais mais antigos da cidade aparecem com paralelepípedos, por exemplo. A chuva também se tornou mais realista, com reflexos no chão e aparência real de pingos de água na lataria dos carros.

A alteração está disponível gratuitamente e, de acordo com o autor, não exige máquinas superpoderosas, apesar de ultrapassar bastante as configurações recomendadas para jogar o game em sua versão “normal”. Os requisitos precisos da máquina capaz de rodar o mod, porém, não foram divulgadas.

 

Fonte: Tecmundo

Somente assista

WikiLeaks processa MasterCard e Visa

O WikiLeaks apresentou um processo contra a Visa e a MasterCard por estas empresas terem rejeitado processar pagamentos em favor do site, quando Julian Assange resolveu publicar os telegramas diplomáticos dos EUA

O processo foi apresentado em conjunto com a empresa Datacell, que acusam as duas empresas de serem responsáveis por um bloqueio financeiro e ilegal influenciado pelos EUA.

Ao rejeitarem o processamento dos pagamentos dirigidos ao site de Julian Assange, o WikiLeaks ficou sem receber doações através destes canais.

No processo conjunto apresentado na Dinamarca o site e a Datacell acusam a MasterCard e a Visa de violar as regras de competitividade na Europa, ao bloquearem todas as transacções desde Dezembro.

Em comunicado o WikiLeaks refere que as empresas acusadas não demonstraram interesse em negociar, por isso resolveu avançar com o processo.

Na mesma nota o site de Julian Assange promete mais processos noutros países.

 

O que um televisor deve ter de bom?

Mais uma matéria completa e com várias dicas para aqueles que ainda não sabem o que levar em conta na hora de escolher um bom televisor. Estava pesquisando algo sobre qualidade de imagens relacionado com custo benefício e encontrei essa matéria, atual e bem interessante. Wikerson Landim, do Tecmundo traz detalhes para os admiradores de boas compras. Vamos a leitura.

Quanto mais canais, melhor. Há alguns anos, comprar um televisor era uma tarefa bem mais simples. A preocupação maior dos consumidores era saber a quantidade de canais suportados e se o modelo cabia ou não na estante da sala. Hoje, entretanto, observar apenas essas características é praticamente impossível.

Diversos tipos de tela, tamanhos variados, resolução de imagem cada vez mais apurada, características sonoras e, claro, preço são alguns dos pré-requisitos básicos que você deve observar antes de levar um novo aparelho para casa. Ainda assim, ano após ano, a cada nova geração de televisores cresce o número de itens a serem levados em consideração.

Pensando nisso, o Tecmundo levantou algumas das principais características que devem ser analisadas antes da compra de um produto. A geração 2011 de aparelhos incluiu uma série de novidades, em especial no que diz respeito à integração com a internet. Vale a pena ficar ligado nas dicas a seguir.

Qualidade de Imagem

Com aparelhos cada vez mais modernos e eficientes, a qualidade de imagem deixou de ser um luxo e se tornou um item obrigatório de análise antes da compra de qualquer aparelho. Se antes bastava que a imagem do televisor “pegasse bem” os principais canais, hoje a integração com mídias externas é, praticamente, um dos fatores determinantes do uso de um novo modelo.

Como as especificações técnicas de imagem são muitas, é natural que surjam diversas dúvidas na cabeça do usuário. Por isso, vale a pena observar ao menos cinco itens fundamentais para, a partir deles, reduzir o número de modelos que melhor possam se adaptar ao seu perfil e ao seu bolso.

Contraste

O contraste de cores de um aparelho é o que determinada o quão “vivas” as imagens de uma tela podem ser. Quanto maior for o contraste, maior será a diferença entre os tons de preto e a cor branca. O resultado de um contraste eficiente são imagens com brilho e texturas bem definidas.

Entre as telas, os modelos de Plasma são os que apresentam as melhores taxas de contraste. Por sua composição química, as telas de Plasma permitem níveis quase absolutos de preto, garantindo ao espectador imagens de alta qualidade, ainda que a um custo maior.

As telas de LCD com painel de LED são a alternativa perfeita para quem procura ótimas taxas de contraste, mas não está disposto a pagar mais por isso. Leves e, agora, populares, os modelos do gênero na atualidade estão entre as opções mais em conta do mercado, sendo a mais nova aposta da indústria.

Por fim, as telas de LCD tradicionais, ainda as mais baratas do mercado, apresentam uma grande variação entre taxas de contraste, permitindo ao usuário optar por modelos mais simples caso o foco não seja a exibição de imagens de alta resolução, como Blu-rays.

Cor

Quanto maior o número de cores que um aparelho de TV produz, maior será a fidelidade de cores das imagens exibidas. O detalhe pode passar despercebido por muitos usuários, mas, muitas vezes, ele é o fator determinante para que você tenha uma imagem rica em texturas e detalhes.

Para formar uma imagem, cada pequeno pixel é composto por uma cor específica. Quanto maior for o número de cores, mas fiel será a imagem reproduzida. Sendo assim, caso você preze por qualidade de imagem, é importante ficar atento a essa característica, pois a variação é muito grande.

Nesse quesito, tanto as telas LCD com painel de LED quanto as TVs de Plasma têm desempenhos similares, oferecendo modelos de alta qualidade. Já as telas de LCD, embora mais limitadas, também podem se adaptar com facilidade ao perfil dos consumidores mais exigentes.

Upscale

Outra característica importante a ser analisada é a capacidade de upscale que um aparelho de TV pode ter. Ou seja: caso sua tela tenha resolução de 1080p, nem sempre você poderá desfrutar do máximo de qualidade de imagem. Filmes em DVD, por exemplo, têm como fonte uma matriz em 720p.

Numa tela com resolução de 1080p, é bem provável que algumas falhas decorrentes da diferença de qualidade possam se tornar mais perceptíveis. Contudo, os aparelhos equipados com função de upscale são capazes de corrigir eventuais defeitos, tornando o resultado final muito mais aprazível para o espectador.

Conexão com a internet

Foi-se o tempo em que o acesso à internet era exclusividade apenas dos computadores. Embora ainda não seja fundamental, a compatibilidade dos novos aparelhos de TV com a grande rede deixou de ser um diferencial para se tornar um item de série nos modelos das linhas mais modernas.

Grande parte dos novos aparelhos conta com o recurso que permite o download de atualizações de software, acesso a redes sociais, compra online de conteúdo e acesso via controle remoto às páginas tradicionais que você está acostumado a conferir no dia a dia.

Embora no Brasil ainda existam poucos serviços e sistemas oferecendo conteúdos exclusivos, nos EUA a oferta e a demanda por produtos do gênero são crescentes e, naturalmente, o Brasil deve ganhar aos poucos novos serviços e instituir a cultura dos televisores sempre conectados.

Alguns modelos da Samsung, da LG e da Sony contam ainda com apps específicos, permitindo que o usuário acesse determinados serviços de forma personalizada e adaptada para o controle remoto. Os apps podem ser baixados gratuitamente e, embora a variedade ainda seja limitada, cada vez mais é possível ter um modelo de TV personalizado à sua maneira.

É bem verdade que os recursos não influenciam diretamente na qualidade final de imagem do aparelho, podendo ser considerados, ao menos por enquanto, detalhes secundários. Porém, estar à frente e garantir um televisor compatível com essa tecnologia pode representar muito mais comodidade para o usuário.

Suporte para 3D

Há pouco mais de um ano, comprar um aparelho de TV com suporte ao formato 3D ainda não era uma boa ideia. Os primeiros modelos que chegaram ao país não estavam na lista dos mais baratos e, ainda com qualidade experimental e conteúdo escasso, o investimento acabava não sendo justificado.

Hoje, todavia, considerar um aparelho compatível com a experiência em três dimensões na hora da compra já é uma realidade. Alguns modelos mais simples começam ser vendidos por preços mais acessíveis, muitas vezes até 50% mais baratos do que a faixa inicial de preço praticada no ano passado.

Em se tratando de conteúdo, o número de títulos em Blu-ray ainda é escasso, mas em quantidade superior ao que existia em 2010. Atualmente são cerca de uma centena de produções, entre discos nacionais e importados, compatíveis com o formato, com forte tendência de crescimento nos próximos dois anos.

Antes de comprar o produto, verifique detalhes como a quantidade de pares de óculos disponíveis junto com o aparelho e tipo de 3D utilizado. Embora mais incômodos, os modelos que requerem o uso de óculos especiais ainda resultam em qualidade de imagem superior.

Preço

Não basta ter qualidade. Um bom produto é aquele que apresenta a melhor relação custo-benefício para o consumidor.  Como a variedade de modelos é imensa, a melhor alternativa é mesmo pesquisar. Obviamente, quanto mais moderno for o aparelho, maior será o seu preço.

Contudo, é possível encontrar bons produtos em condições mais acessíveis, justamente pelo foco de vendas nas lojas ser variável. As telas de LCD, antiga prioridade nas listas de desejos, hoje já ocupam um lugar secundário no varejo. Boa parte dos modelos pode ser encontrada por valores abaixo de R$ 2 mil.

Já as telas de LCD com painel de LED, ao menos em termos comerciais, parecem ser as mais atrativas do momento, ocupando sempre um lugar de destaque nas vitrines. Os preços variam a partir de R$ 2 mil até, em média, R$ 5 mil.

As telas de Plasma, embora de ótima qualidade, não caíram no gosto das lojas e nem sempre estão entre as principais opções disponíveis. O valor dos modelos também varia, podendo chegar até R$ 10 mil, em média.

Para as opções de tela com suporte ao formato 3D os preços ainda não são muito animadores, entretanto já se mostram mais acessíveis do que à época do lançamento. Aparelhos que no início custavam até R$ 15 mil hoje já podem ser vistos nas lojas por menos de R$ 10 mil.

Opera 11.50 Build 1074 Final

Resolvidos os problemas de estabilidade e segurança das versões de teste, a nova versão do Opera está pronta para competir no mesmo nível de seus principais concorrentes.

Quem já está acostumado com as versões anteriores do navegador vai se surpreender com os avanços obtidos no Opera 11. Isso porque o programa está ainda mais rápido e estável, repleto de novidades que vão fazer muitos desistirem de utilizar as ferramentas da concorrência. Extensões com atualização automática, empilhamento de abas e um sistema que aumenta a proteção em sites com conteúdo seguro são somente algumas das melhorias.

A estrutura JavaScrip renovada garantiu um aumento da velocidade, segurança e da inclusão de novas funcionalidades para as abas. Tudo isso mantendo o visual elegante característico do navegador, que agora está preparado para lidar com os novos padrões WebM e HTML5.

Faça já o download do browser OPERA

domingo, 3 de julho de 2011

Nokia define N9 com a câmera mais veloz

Para a Nokia, a velocidade com que um smartphone faz a captura de uma imagem é essencial. Segundo dados do fabricante, o modelo N9 é, atualmente, a câmera com a melhor resposta do mercado. Após o comando do usuário, o smartphone levaria exatos 2,6 segundos para fazer o registro. Isso coloca a marca no topo do ranking, ficando à frente da Apple, Samsung e, inclusive, de modelos de câmeras compactas, como a Canon S95.

Perante a concorrência, estes números ganham destaque: o iPhone leva cerca de três segundos para capturar uma imagem, enquanto o Galaxy II da Samsung passa dos quatro segundos entre o acionamento do aplicativo e o primeiro clique. Com isso, a Nokia pretende chamar a atenção para seu equipamento, que conta também com lentes Carl Zeiss, flash de LED, autofoco continuo, qualidade de 8 MP (3248 x 2448 pixels), além de captura de vídeos a 30 fps.

Além disso, o N9 traz sua tela AMOLED resistente a arranhões, câmera frontal para chamadas de vídeo, Bluetooth, Wi-Fi e tecnologia NFC. O smartphone foi apresentado pela Nokia esta semana, porém, ainda não há previsão de chegada do produto ao Brasil.

Fonte: Tecmundo

O que Google+ realmente faz?

Gostei muito do texto do Fabio Bracht no Gizmodo Brasil. E por isso vou publicar aqui o que ele relata sobre a nova rede social do Google, o Google +. Boa leitura!

Eu normalmente sou sempre o primeiro a me empolgar pelas novidades tecnológicas, particularmente as do Google. Até hoje uso o Buzz, por exemplo. E o Wave? Ainda penso que talvez este fosse um mundo digital melhor se ele tivesse realmente substituído o email, como era a ambição inicial. Sério. Sendo assim, é óbvio que os meus olhos brilham ao usar o novíssimo e reluzente Google+. Mas pouco tempo depois, me perguntei se esse brilho não iria rapidamente se perder junto com o cheirinho de rede social nova. Porque, quando fecho os olhos e penso bem, chego à conclusão que o Google+ não serve para muita coisa.

Você pode entrar no Google+ e compartilhar coisas com seus amigos. Ou com a sua família. Ou pode compartilhar coisas específicas com aquele seu sub-grupo extremamente específico de amigos que curte jogos de tabuleiro, dança árabe ou cervejas importadas. A cada uma dessas coisas compartilhadas você pode receber elogios não-verbais (os +1), que sempre fazem bem para o ego, e, se tiver sorte, pode gerar algumas discussões interessantes.

Também dá para compartilhar umas fotos daquela sua viagem para o interior, quando você fez uma trilha com uns amigos loucos para escalar uma montanha motherfucking enorme. Caso esses amigos estejam online, você pode conversar com eles, inclusive por vídeo. E, no Sparks, se tudo der certo (essa parte do + ainda está em desenvolvimento) você poderá incluir “montanhismo”, “jogos de tabuleiro”, “cerveja” e “dança” aos seus interesses para receber automaticamente algumas novidades sobre os assuntos.

É muito bom, não é?

É, e não é.

Para quem não está tão acostumado com redes sociais mais avançadas, o fato disso tudo estar junto, num mesmo pacote, relativamente integrado e suficientemente fácil de usar, pode significar um maior número de pessoas usando a internet para algo além de email-orkut-site-de-notícias. Isso é obviamente bom.

Mas eu sinto que eu, que já navego por algum tempo e já trafego com desenvoltura por essa cidade bizarra que é a Internet (embora evite passar perto daquele bairro 4chan à noite, por precaução), não tenho muito o que fazer no Google+. Tudo que eu posso fazer com ele eu também posso fazer, e melhor, com outras ferramentas que já existem, e que eu já uso há mais tempo.

Em especial o conceito de Círculos, que parece ser considerado o maior destaque do serviço, me soa uma maneira inorgânica, “forçada”, de atingir um estado que ocorre organicamente quando você pensa que a internet inteira – e não apenas o Facebook, o Flickr, o Twitter, o Instagram etc – é uma rede “social”.

Imagine uma rua. De um lado dela, você vê uma biblioteca grande, com visual neutro e pessoas silenciosas, emprestando todos os tipos de livros. Do outro lado, você vê infinitas bibliotecas menores, mais parecidas com “cafés literários”, cada uma especializada em um assunto. Aqui só se empresta livros de arte, ali só se empresta romances europeus, naquela outra meio mal-iluminada você vai perder tempo se entrar querendo qualquer coisa que não seja um suspense, e tá vendo aquele pessoal ali com camiseta do Gizmodo? Eles estão na frente do lugar onde você só encontra quadrinhos e livros sobre cultura digital.

De que lado da rua você pegaria seus livros? Se você pensar, a nossa grande biblioteca já contém todas as pequenas livrarias. Eu fico lá.

Saindo da metáfora, voltemos para o mundo da internet. Se eu quero compartilhar fotos, tenho ultimamente usado o Instagram (poderia ser o Flickr, o 500px, ou mesmo o Facebook, ou sei lá). Todo mundo que está no Instagram comigo se interessa minimamente por fotografia. Por que eu preciso entrar no Google+, criar um Círculo chamado “Fotografia” e repassar a minha lista de centenas de contatos do Gmail adicionando dezenas de pessoas – algumas das quais eu nem sequer tenho certeza se gostam de fotografia mesmo ou se só comentaram numa foto minha por educação ou porque estavam com tendências particularmente procrastinatórias no dia – se o Instagramjá é um círculo de pessoas interessadas por fotografia?

Qualquer que seja o seu interesse, você muito provavelmente encontrará um site, ou uma comunidade, ou um grupo do Facebook, onde discutir isso (inclusive com os seus amigos, se você os convidar – e se eles realmente se interessam pelo assunto, eles aceitarão o convite). Não é necessário forjar um espaço genérico para isso dentro do Google+. A ferramenta do Google quer de alguma forma centralizar todos esses mil espaços, mas eu teria que refundá-los. Faz sentido?

O recurso de videochat em grupo (Hangouts) do Google+ é provavelmente a parte mais divertida do serviço, e uma que eu me vejo usando com alguma frequência. Mas quem pensa que isso é alguma novidade não tem os mesmos amigos que eu, que frequentemente se reúnem no Skype, cada um da sua casa, para falar bobagem enquanto assistem algum jogo na TV ou evento na internet. Não é por vídeo, verdade, mas a comunicação está lá – além do mais, quem vai querer ver a minha cara enquanto fala sobre algo que está acontecendo na TV? Você vai querer olhar para o evento, não para o interlocutor. E mesmo se no fim das contas você achar que este é um recurso matador, não acredite que estará confinado ao Google+. A “grande novidade” do Facebook para os próximos dias parece girar em torno disso, e a Microsoft comprou o Skype, podendo fazer um bocado com a tecnologia e sua base de usuários.

Ainda há um outro recurso “novo” do Google+, que precisa de um bocado de desenvolvimento, o “Sparks”. Nele, é possível buscar  as notícias mais relevantes (ou teoricamente, porque por enquanto ele é péssimo) sobre determinado assunto. Os argumentos contra ele são, para mim, os mesmos: o recurso não traz nenhum resultado a que você não chegaria organicamente assinando alguns sites no seu Google Reader e prestando atenção ao que os seus amigos compartilham sobre os assuntos que você gosta para descobrir sites novos para acompanhar seus interesses.

Não sei se é assim com todo mundo (imagino seja o caso da maioria), mas 99% das vezes em que eu compartilho um link eu estou em uma dessas duas situações:

1) eu gostei desse link e quero que o maior número possível de pessoas o veja;
2) eu gostei desse link e lembrei de uma ou duas pessoas específicas que também gostariam dele, portanto quero compartilhar especificamente com elas.

A situação número 1 é o caso de um compartilhamento público no Facebook e/ou Twitter, locais onde temos uma audiência maior. Para o número 2, ainda não existe opção melhor que o bom e velho email. Enquanto eu pensava em quais Círculos montar no Google+, e em quais pessoas incluir em cada um deles, eu também pensava em que tipo de conteúdo em compartilharia em cada um deles. É difícil pensar nisso. Não consegui. Por que eu tenho que separar?

Foi então que eu decidi que eu provavelmente não usarei o Google+. Estou lá, vou entrar de vez em quando para ver o que os meus amigos e as pessoas interessantes com que eu mantenho contato estão compartilhando, vou participar de algumas discussões, mas quando quiser de fato compartilhar alguma coisa relevante para mim com quem é relevante para mim, eu vou procurar o local mais relevante para fazer isso. E, a não ser que eu me descubra muito errado nas próximas semanas, não vai ser no Google+.

iPad muda a vida de garotinha, uma história que comoveu até Steve Jobs

Esta vai para a pasta de “Histórias Emocionantes”: a pequena Holly Bligh, de 9 anos, tem albinismo, uma desordem genética que afeta a produção de pigmentos na pele, nos cabelos e, como consequência paralela, nistagmo, o que faz a garotinha ter dificuldades para ler. Isso mudou, porém, quando ela começou a levar um iPad para a escola e pôde usá-lo para ampliar textos graças às funções de acessibilidade do iOS,conforme conta o Herald Sun.

Isso mudou a vida de Holly, e Fiona, mãe dela, fez questão de agradecer diretamente a Steve Jobs enviando-lhe um email. O que ela não esperava, era que o CEO respondesse. “Obrigado por compartilhar sua experiência comigo”, ele escreveu. “Você se importaria se eu lesse seu email para um grupo de 100 líderes na Apple?”

Como foi que o Woz falou? “Se você puder tornar as coisas mais simples, terá prestado ao mundo um grande serviço.” Acho que o pessoal lá na Apple vai curtir muito conhecer esta história.

Fonte: MacMagazine

BlackBerry é cada vez mais ameaçado no mercado corporativo

Os aparelhos BlackBerry que já dominaram em absoluto o mercado corporativo, enfrentam profundos desafios nesse mercado, à medida que mais companhias permitem que seus funcionários escolham seus próprios smartphones e utilizem aplicativos de segurança de outros desenvolvedores.

Um dos principais argumentos usados para a venda do BlackBerry tem sido os avanços recursos de segurança e gerenciamento pessoal, que tem grande apelo a gerentes de tecnologia da informação ávidos por controlar o que os funcionários fazem com dados corporativos e proteger seus sistemas de ciberataques. Mas com empresas como Mobilelron e Good Technology oferecendo aplicativos que podem desvencilhar gerentes de tecnologia da informação de seus BlackBerrys, alalistas dizem que pressões do mercado consumidor podem se intrometer neste que é o principal mercado da fabricante do aparelho, a Research in Motion, a RIM.

Somente duas de um total de nove grandes companhias localizadas nos EUA contatadas pela Reuters disseram que utilizam exclusivamente o BlackBerry. As outras sete – Alcoa, Caterpillar, DuPont, Kraft Foods, Pepsico, Microsoft e Verizon Communications – possuem pelo menos mais um modelo, como o iPhone, da Apple e aparelhos que utilizam os sistemas Android, do Google ou Windows, da Microsoft.

A perticipação da RIM no mercado do móvel americano ficou em 25 por cento em abril, bem inferior aos 35 por cento de outubro do ano passado, empurrando o BlackBerry da primeira para a terceira colocação, segundo a empresa de pesquisas comScore.

A maioria dos problemas da RIM pode ser resultado do atraso em apresentar novos aparelhos para competir com os potentes smartphones que usam o sistema Android ou até mesmo o iPhone. Apple, Motorola, HTC, Nokia e Samsung estão dominando cada vez mais o mercado móvel mundial. Assim fica mais difícil que outras empresas consigam entrar neste mercado com força.

o iPhone apresenta um excelente sistema operacional, o IOS. Já Samsung, HTC e Motorola estão com o crescente e poderoso Android, desenvolvido pelo Google. Em relação a Nokia, a condição é ainda mais difícil da RIM enfrentar, pois com aparelhos de excelente hardware e a parceria estabelecida com a Microsoft para incorporar o Windows Phone, a Nokia dispara em qualidade e performance em relação a fabricante do BlackBerry.

Gerente de telecomunicações da DuPont, Eric Smith, disse que em alguns meses, o iPhone já representará cerca de um em cada quatro smartphones na companhia. "A tecnologia que as pessoas têm disponível em sua vida pessoal elas querem usar no trabalho. As pessoas tinham seus próprios iPhones e iPads, e elas disseram: 'Ei, por que não podemos usar esses aparelhos para o trabalho?", disse Smith.

Samsung Galaxy Tab (comerciais)

Gostei muito dos novos comerciais que a Samsung produziu para o Galaxy Tab. Então vou postar cinco vídeos que dão ao tablet uma sensação de diversão e entretenimento. Todos os comerciais foram produzidos para a TV americana, portanto, qualidade é que não falta. Aí vão os vídeos:

Google Earth 6

O Google Earth é um popular software que mostra imagens de satélite de todo o planeta Terra. Há detalhes de quase todos os países e, por meio de uma ferramenta de zoom, dá até para achar a rua de casa. Algumas grandes cidades, como Nova York e São Paulo, podem ser visitadas em 3D. O programa traz ainda uma extensa coleção de fotos do universo do satélite natural da Terra, a Lua.
Esta versão do programa, a número 6, tem uma novidade: ela apresenta mais de 50 espécies diferentes de árvores, totalizando mais de 80 milhões delas espalhadas por todo o mundo.
Algumas cidades como São Francisco, Berlin, Tóquio, New York e Chicago já possuem os modelos em seus mapas, inclusive com a citação de algumas organizações de conservação de florestas por todo o mundo.


Outra boa novidade no programa é a integração com o Street View. Em 2008 o Google já havia inserido esta opção, mas somente agora é possível tirar proveito de toda a experiência de exploração entre céu e terra, utilizando o mascote do Street View, o Pegman, nos controles de navegação.
Além disso, o Google Earth 6 facilita a descoberta e exploração do histórico de imagens. A função já existia desde a versão 5, porém era de difícil acesso. Agora o mesmo está disponível através de um botão localizado no canto inferior da tela.


O software, que veio recheados de melhorias para ficar mais rápido e esperto na navegação pela planeta, também teve aprimorado o Google Ocean. O recurso, que mostra um enorme conjunto de dados sobre os oceanos, tem novas imagens da topografia subaquática e mais informações sobre as espécies marinhas ameaçadas, de naufrágios, pontos de mergulho e novos vídeos sobre a vida marinha. As informações são fornecidas por entidades como BBC Earth, National Geographic Society e Cousteau Ocean World.

Faça já o Download do Google Earth 6!

sábado, 2 de julho de 2011

Motorola Xoom x iPad 2

Qual o melhor tablet do mercado? Vamos analisar os dois melhores do mercado, Motorola Xoom e o Apple iPad 2. Vamos lá!

Hardware
Ambos os aparelhos possuem processadores dual-core de 1GHz, por isso poderão rodar aplicativos e navegar na web de maneira mais rápida que o primeiro iPad. Os dois tablets também oferecem duração de bateria igual, já que oferecem cerca de 10 horas para uso de web via Wi-Fi e cerca de 9 horas para uso da web via 3G. E por último, ao contrário do iPad original, tanto o Xoom quanto o iPad 2 possuem duas câmeras cada, uma traseira e outra frontal.

Então quais são as diferenças aqui? Bem, a tela do Xoom, com 10,1 polegadas e resolução de 1280x800 pixels (150 pixels por polegada), é ligeiramente melhor que a do iPad 2, com 9,7” e 1024x768 pixels (132 pixels por polegada). Além disso, o novo iPad é um aparelho extremamente fino e leve, já que mede 0,8cm e pesa cerca de 600g. Já o Xoom possui 1,2cm de espessura e pesa 720g.

Software

O iPad 2 roda o iOS 4.3, versão mais nova do sistema operacional da Apple que fez sucesso no iPhone e depois migrou para o tablet. Enquanto isso o Xoom roda o Android 3.0, também conhecido como “Honeycomb”, que é a primeira versão do sistema da Google desenvolvida especificamente para tablets. Essa é uma área em que o iPad realmente se destaca, uma vez que o iOS já é conhecido e confortável para muitos usuários de tablets enquanto o novo sistema do Google ainda é algo como um trabalho em andamento. Isso não é dizer que o Android nunca vai alcançar ou até superar o iOS, mas atualmente o sistema da Apple leva vantagem. E é claro, a beleza do Android é que muitas fabricantes de aparelhos o adotaram. Então, mesmo que a versão do Xoom não seja algo finalizado, pode ser muito melhorada quando os outros tablets com o mesmo sistema chegarem ao mercado nos próximos meses.

O iPad também possui a clara vantagem de já possuir muitos aplicativos disponíveis em razão do tempo que está no mercado (o modelo original foi lançado em abril de 2010). Apesar do Android Market (loja de apps da Google) ser um rival impressionante para a App Store da Apple quanto a aplicativos para smartphones, ele ainda está longe de chegar próximo da concorrente na categoria tablets. Assim, enquanto os usuários de iPad possuem cerca de 65 mil apps específicos para iPad disponíveis, os usuários do Xoom terão de esperar até que os desenvolvedores fiquem mais acostumados com o Honeycomb para terem opções parecidas.

Veja abaixo o teste de navegação:

Com todos os prós e contras de cada um concluímos que a melhor compra ainda é do iPad. Sem nenhuma dúvida o produto da Apple mostrou ser superior, sendo que ainda nenhum outro conseguiu superar.

Firefox 5.0

Não é fácil conquistar um grande número de usuários fiéis como a Mozilla cativou com o navegador Mozilla Firefox. Lançado para o público em 2004, rapidamente o browser se tornou uma das principais alternativas na web, ganhando espaço e se tornando o segundo colocado absoluto na preferência do público.

Ao longo de suas diversas versões, o navegador passou por várias mudanças. Num mercado acirrado como o dos browsers, as inovações têm lugar a cada nova atualização e as versões finais, muitas vezes, ditam tendências e acrescentam muitos conceitos que, posteriormente, serão seguidos pela concorrência.

Nessa versão, além das correções necessárias de programação, disponibiliza novidades e ferramentas aperfeiçoadas para o usuário, resultando em uma interface mais limpa e velocidade de navegação ainda mais rápida.

Essa versão apresenta poucas diferenças com relação a anterior. Especialmente o visual, mantendo os padrões anteriores. O grande destaque está na maior velocidade durante a renderização de páginas. Com isso, o suporte para os padrões HTML5, XHR, MathML, SMIL e canvas aumentou de maneira significativa. Também houve alguns ajustes no WebGL.

Agora, o navegador também oferece pré-visualização para documentos em PDF, algo que ainda não estava presente em sua lista de recursos. O sistema de correção ortográfica do Firefox também foi aprimorado. Da mesma forma, as novidades estão presentes para quem gosta de privacidade. A nova versão do Firefox oferece melhorias adicionais no recurso “Do-Not-Track (para navegação privativa).

O Baixaki analisou cada detalhe da nova versão do browser da Mozilla Foundation, levando em consideração todas as suas novidades. Será que desta vez o navegador da raposa de fogo vai conquistar de uma vez por todas um lugar na sua Área de Trabalho?

Faça já o Download!

Gears of War 3

Gears of War 3 é um jogo eletrônico de tiro de terceira pessoa, para video game desenvolvido pela Epic Games e publicada pela Microsoft Game Studios, que terá sua data de lançamento para o Xbox 360 em Setembro de 2011. Será a terceira parte da série Gears of War.

O usuário Phloxy do fórum gamer NeoGAF confirmou, nesta manhã, que uma versão em desenvolvimento de Gears of War 3 vazou na internet. Segundo a postagem, o game está com a campanha solo completa e todas opções multiplayer ativadas.

Ele ainda fez um alerta para que todos evitem assistir vídeos não oficiais no YouTube para não receber spoilers indesejados, além de dizer que tal versão encontra-se muito bugada, ou seja, longe da qualidade esperada para lançamento.

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More